busca
| | |




Você está em
autor Vervi Assessoria
24/01/2020 10:35:46 - Atualizado em 24/01/2020 10:35:46 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Sou Agron Opinião

466 anos de SP e o novo Rio Pinheiros

 

Nossa cidade faz 466 anos, uma cidade cuja trajetória marcou a história do nosso país.  Um país continental que acolheu imigrantes de todos os países e também do seu próprio povo. Somos dissidentes dos bandeirantes, que abriram caminhos para a riqueza da cana-de-açúcar, para a riqueza do café, para riqueza da indústria e tantos outras que vieram.

Fomos agraciados por rios caudalosos, que ao longo da sua história pereceram na malha do desenvolvimento urbano. O rio Pinheiros, por exemplo, é um curso de água que banha a cidade de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil. Nasce do encontro do rio Guarapiranga com o rio Grande e desagua no rio Tietê

É o mesmo rio, que viabilizou o crescimento da nossa adorada cidade, unindo os paulistas aos paulistanos, unindo nossos clubes em campeonatos de regata, nado e travessia, agora grita por socorro, uma vez que sofreu por anos maus tratos e  precisamos agora nos dedicarmos à tarefa de sua recuperação.

E todos podemos ajudar, alguns com capacitação técnica, como é o nosso caso, com equipamentos adequados, outros eliminando a remessa do lixo e outros ainda cooperando nas soluções ambientais, evitando o despejo de elementos que só vão piorar a contaminação do rio.

É momento de renascer a vida no curso da nossa cidade, de termos nossos rios recuperados provendo beleza, vida e energia. Energia de vida e também energia elétrica, que sustenta o conforto em nossos lares, no lar da Maria e da Amélia.  Que também gera emprego para o João e que pode estender o benefício para mais de 3,3 milhões de pessoas. 

Atualmente, já possuímos mais de 4 projetos em execução, que quando concluídos beneficiarão 770 mil pessoas no entorno de Corujas/Rebouças, Ponte Baixa/Socorro, Aterrado/Zavuvus e Pedreira/Olaria, com geração de empregos e saúde pública, promovendo bem-estar e qualidade de vida.

Na realidade, o trabalho de despoluição do Rio Pinheiros apenas começou e envolverá um conglomerado de empresas, tecnologias e esforços dos governantes, com ações de engenharia sincronizadas de saneamento, infraestrutura, engenharia também de trafego, e revitalização das regiões beneficiadas.

Trabalhamos há mais de 37 anos desenvolvendo tecnologias, para adequadamente recuperar nossas águas, garantir a qualidade da água consumida e entregar a nossa cidade, ao nosso povo o que de melhor sabemos realizar. Esperamos poder contribuir para a revitalização e benefício de milhões de pessoas.

*André Telles é diretor executivo da Ecosan Soluções e Equipamentos ambientais e vice-presidente do SINDESAM - Sistema Nacional das Indústrias de Equipamentos para Saneamento Básico e Ambiental

 


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2020
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.