busca
| | |




Você está em
autor Lucas Motta
11/09/2010 12:50:05 - Atualizado em 11/09/2010 12:50:06 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Mt e go são responsáveis por produção

MT e GO são responsáveis por produção elevada de milho

A colheita de grãos da safra 2009/2010 deve ser 10,3% superior ao verificado na safra passada. O Brasil deve ter safra chegou ao fim da safra atual com uma produção de 148,9 milhões de toneladas de grãos, frente às 135,13 milhões de toneladas. Os dados fazem parte do décimo segundo levantamento elaborado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado nesta quinta-feira (09) no Ministério da Agricultura, em Brasília.

Em comparação com agosto, houve aumento de 1,9 milhão de toneladas. Segundo a Conab, os principais fatores para o crescimento foram o o aumento da produtividade de milho nos Estados de Mato Grosso e Goiás.

A surpresa do balanço da Conab ficou por conta da produção de milho, que ficou 27,1% superior ao verificado na safra passada, com um total de 20,04 milhões de toneladas.

De acordo com Airton Camargo, da Superintendência de Informações do Agronegócio da Conab, a manutenção da área plantada com aumento da produtividade em decorrência do clima favorável nos estados produtores foram os principais fatores para o bom resultado para o milho.

Como o excedente verificado é expressivo, boa parte da produção do grão deve ser exportado para suprir as exportações norte-americanas, que foram afetadas pelas chuvas e pelo aumento do uso do milho para produção de etanol.

“Os Estados Unidos costumam exportar 60 milhões de toneladas, o que equivale a uma safra brasileira de milho. Então, parte do excedente servirá para exportações e outra parte será destinada à produção de ração tendo em vista o aumento do consumo de carnes para as festas de fim de ano”, destacou o gerente de oleaginosas da Conab, Mariano Marques.

Com relação à soja, a estimativa da Conab é de uma produção de 68,69 milhões de toneladas, 11,52$ superior à safra passada, o que equivale a um aumento de 20,2%.

Se persistirem as condições de mercado, a estimativa é de aumento de área não muito expressivo para a soja em substituição à área plantada de milho. Há perspectivas da incidência do fenômeno La niña em algumas regiões, o que pode frear a produção.
fonte:Olhar Direto


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.