busca
| | |




Você está em
autor Lucas Motta
08/09/2010 09:45:54 - Atualizado em 08/09/2010 09:45:54 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Integração lavoura-pecuária-floresta

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta é tema de discussão na Embrapa Gado de Cort

Durante os dias 9 e 10 de setembro pesquisadores realizam curso e dia de campo sobre Integração Lavoura-Pecuária - Floresta (ILPF) em Campo Grande, MS, onde está sediada a Embrapa Gado de Corte, uma das unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Durante dois dias os participantes vão discutir o sistema ILPF que engloba realização de pesquisas e resultados obtidos, efeito das lavouras de grãos sobre a produtividade, qualidade e rentabilidade da pecuária de corte, importância das pastagens nos sistemas de ILPF e efeito sobre o meio ambiente. Vão também obter Informações sobre benefícios ambientais, econômicos e sociais e perspectivas da lavoura, pastagem, pecuária e floresta Estão previstas atividades práticas, debate técnico e demonstrações de campo onde pesquisadores da Embrapa Gado de Corte vão mostrar resultados práticos de sustentabilidade do projeto, sistema agrossilvipastoril entre outros.

Para participar do curso e do dia de campo nos dias 9 e 10, os profissionais da área agropecuária devem se inscrever via on-line na página eletrônica da Embrapa (WWW.cnpgc.embrapa.br). O curso é gratuito e as vagas são limitadas. As atividades terão início a partir das 7h30 na sede da Embrapa Gado de Corte à BR 262 km 4, em Campo Grande, MS.

Os instrutores envolvidos no evento são os pesquisadores da Embrapa Gado de Corte: Armindo Kichel, Ademir Hugo Zimmer, José Alexandre Agiova, Manuel Cláudio Motta Macedo, Rodiney Mauro, Roberto Giolo de Almeida e Valdemir Laura. A organização do evento é da Área de Comunicação Empresarial (ACE), da Embrapa.

A ILPF surgiu da necessidade de diversificar a atividade agropecuária brasileira. Um dos primeiros trabalhos realizados foi feito com arroz, como forma de preparar o solo para plantar pastagens.

Vários experimentos foram realizados com diversos tipos de grãos. E tudo foi se desenvolvendo devido ao aumento nos custos de produção e mercado mais competitivo, exigindo da atividade um aumento na produtividade, qualidade, rentabilidade, sem comprometer o meio ambiente, explica o pesquisador Armindo Neivo Kichel, que enxerga nos sistemas integrados uma alternativa para a produção agropecuária e uma grande oportunidade para as propriedades ou empresas adotarem os sistemas.

Segundo o pesquisador, as estimativas de rentabilidade por hectare ao ano com vários sistemas de ILP são animadoras, sem contar com os benefícios tecnológicos como: melhoria do solo devido ao aumento da matéria orgânica, controle mais eficiente de insetos/pragas, doenças e plantas daninhas, aumento do bem-estar animal, em decorrência do maior conforto térmico, maior eficiência na utilização de insumos e energia dentre tantos outros.
fonte:Só Noticias


TAGS divulga


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.