busca
| | |




Você está em
autor Lucas Motta
06/09/2010 13:14:00 - Atualizado em 06/09/2010 13:14:00 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Milho: produção chega a 8,6 milhões de toneladas

A produção de milho surpreendeu até mesmo as entidades de pesquisa do Estado, que estimavam safra de 8,2 milhões de toneladas para este ano. Em seu último levantamento, o Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) atualizou os números da safra de milho para 8,6 milhões de toneladas, 4,87% a mais que o volume divulgado no mês de julho.

Face ao encerramento da colheita, foram revistos também os números de área e produtividade. A área antes estimada em 2 milhões de hectares aumentou para 2,01 milhões de hectares, com a região Norte respondendo pelo maior incremento do cultivo. Em 2009, a área semeada em Mato Grosso foi 20% menor.

A média final de produtividade foi revista para 4,330 mil quilos (72,2 sacas por hectare), volume 4,95% maior que no mês anterior. A região Médio Norte é recordista de produtividade, com média de 73,3 sacas/ha. Já os municípios que apresentaram o maior rendimento por hectare foram Sorriso e Lucas do Rio Verde, com 80 sacas.

O programa de auxílio à comercialização da Conab (companhia Nacional de Abastecimento) facilitou a venda de 7,02 milhões de toneladas de milho no Estado.

Estima-se que 1,5 milhão de toneladas ficaram descobertos, o que representa 18% da produção mato-grossense. De janeiro a agosto deste ano, os preços do milho em Mato Grosso oscilaram fortemente, e depois de em algumas regiões caírem para os menores patamares do ano, no mês de julho voltaram a se recuperar. O preço médio da saca de milho em agosto ficou em R$ 8,78, representando um aumento de 13% em relação ao mês anterior.

Em Primavera do Leste, o preço médio mensal da saca de milho, até o momento está na casa de R$ 9,51/saca, incremento de 21% em relação ao mês de julho. Enquanto isso, no Médio Norte os compradores de Nova Mutum indicaram uma média de R$ 7,89/sacas. Em ambos os municípios, em agosto os preços estão próximos do valor de junho.

EMBARQUES - No mês de julho, foram embarcados 270 mil toneladas de milho, o maior volume exportado no mesmo período dos últimos três anos.

O milho foi exportado por três principais rotas de escoamento. Pelo porto de Santos saíram 214 mil toneladas. Foi o principal porto com maior participação nas exportações de Mato Grosso, com 79,4%.

Na segunda colocação vem o porto de Paranaguá, que embarcou 55 mil toneladas de milho, representando 20,5% do volume total e, por último, Assis (Santa Catarina), que exportou 354 toneladas, um número pequeno, porém nos sete meses deste ano o porto só não foi uma opção de em dois meses.

fonte:Diário de Cuiabá


TAGS cultivo


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.