busca
| | |




Você está em
autor Lucas Motta
30/08/2010 08:33:03 - Atualizado em 30/08/2010 08:33:03 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Demanda firme dá sustentação

Demanda firme dá sustentação aos preços da soja e milho

A firme demanda mundial pelos grãos norte-americanos está dando sustentação aos preços do milho e da soja na Bolsa de Chicago. Esse incremento da procura pelas commodities agrícolas se deu depois da seca que provocou a quebra das safras na Rússia e em partes da Europa e as enchentes que reduziram as áreas produtivas no Canadá.

Os exportadores norte-americanos venderam 120 mil toneladas de soja para a China e 180 mil toneladas de milho para destinos não revelados para entrega depois do dia 1 de setembro. As informações são do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). As vendas do cereal nas últimas duas semanas, período encerrado no dia 19 de agosto, totalizaram 3,987 milhões de toneladas. A quantidade, que será entregue no novo ano comercial é a maior durante uma quinzena desde 1990. Para a soja, as exportações entregues no mesmo período do milho somam 14,7 milhões de toneladas.

“A demanda por soja e milho tem sido extremamente positiva nas últimas duas semanas”, disse Bill Biedermann, vice-presidente da consultoria Allendale Inc, em Illinois. Os importadores que estão segurando suas compras esperando um recuo dos preços por conta do começo da colheita nos Estados Unidos “ainda não garantiram suas necessidades”, disse Bieldermann.

O clima quente e seco durante o mês passado no Meio Oeste e no Sul dos EUA está reduzindo o potencial dos rendimentos das duas das principais safras norte-americanas. Alguns campos da Dakota do Sul passando pelo Mississipi até Michigan receberam menos de 25% da precipitação normal.

Às 15h, horário de Brasília, a soja para o vencimento setembro vale US$ 10,23/bushel ganhando 10 cents, para o vencimento novembro US$ 10,28/bushel subindo 12,75 cents e para maio, US$ 10,39/bushel, com alta de 13,50 cents. O milho, para o vencimento dezembro vale US$ 4,38/bushel, com alta de 6,50 cents e para setembro US$ 4,23, ganhando 6,50 cents.

O trigo também trabalha em terreno positivo na Bolsa de Chicago. O vencimento dezembro vale US$ 6,97/bushel, com alta de 8,50 cents.

fonte:Notícias Agrícolas


TAGS agropecuária


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.