busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
18/08/2010 14:01:11 - Atualizado em 18/08/2010 14:01:11 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Com solo seco, produtor ainda precisa irrigar

Em regiões como Barretos, Franca e São Carlos umidade do solo está em queda, com níveis inferiores a 5%
 
Uma frente fria acompanhada de uma massa de ar polar chegou ao Estado no último fim de semana, mudando as condições de tempo ensolarado, com baixa umidade relativa do ar e temperaturas elevadas. Apesar de ter chovido em algumas cidades, a umidade do solo continua em queda. Em Barretos, Franca, Ilha Solteira, Jaboticabal, Votuporanga e São Carlos, a umidade disponível no solo é inferior a 5%. Com esse nível, a produção de frutas e hortaliças necessita de irrigação constante para produzir.
 
Já em Campinas, Piracicaba e Sorocaba, a umidade do solo oscila em torno dos 40%. Apenas Iguape e Itapeva vêm sendo favorecidos com as chuvas mais frequentes e a umidade no solo está em 80%.
 
Com as temperaturas mais elevadas no oeste e norte, a demanda hídrica chegou perto dos 3 milímetros por dia e a umidade relativa do ar abaixo dos 20%, intensificando os efeitos da estiagem.
 
As temperaturas baixas e o tempo ensolarado favorecem o cultivo do morango em Jarinu, Jundiaí e Atibaia. Os frutos são colhidos com boa qualidade e durabilidade após a colheita e ficam mais doces e com coloração mais acentuada. Em Adamantina, contudo, as altas temperaturas e a falta de chuva prejudicam o cultivo e aumentam a incidência de doenças.
 
ANA MARIA H. DE ÁVILA É PESQUISADORA DO CEPAGRI/UNICAMP. PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE TEMPO E CLIMA.?
 
Fonte: O Estado de São Paulo


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.