busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
13/08/2010 09:36:42 - Atualizado em 13/08/2010 09:36:42 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Clima seco antecipa a colheita da laranja

Safra na região deve se encerrar 2 meses antes do previsto pelo setor. Cutrale já colheu 33% da sua lavoura neste início de mês, ante 12% em 2009; sindicato vê dispensas antecipadas
O clima seco mudou o cronograma da safra da laranja na região. Dessa vez, a colheita vai terminar pelo menos dois meses antes da previsão de encerramento, que era de março de 2011.
No ano passado, o excesso de chuvas atrapalhou a colheita e a floração da fruta. Em 2010, é a falta da chuva a razão da alteração no calendário da citricultura.

Uma das maiores indústrias de suco de laranja do mundo, a Cutrale, que possui fábrica em Araraquara, já colheu 33% da safra deste ano até agosto. No mesmo período do ano passado, havia colhido somente 12%.

Segundo o diretor corporativo da Cutrale, Carlos Viacava, a colheita que seria entre o fim de julho e o início de agosto começou antes.

"A laranja amadureceu mais cedo e, para não ter perdas, antecipamos a safra. Quase um terço da produção já foi colhida e processada. Estamos em plena carga."

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Taquaritinga, Marco Antônio dos Santos, a antecipação da safra em razão da falta de chuva neste ano levou o setor a colher a variedade tardia da fruta com antecedência. Com isso, os trabalhadores podem ser dispensados antes.

"Neste ano o trabalho deve terminar até dezembro. No ano passado, eles [trabalhadores] colheram até o ano seguinte. Estamos analisando a situação dessas pessoas, já que eles podem não entrar no seguro-desemprego", disse.

Apesar do bom desempenho da safra, a seca na região centro-norte do Estado de São Paulo já preocupa a produção do próximo ano. Desde maio, não há volume significativo de chuva.

"A seca chegou mais cedo, mas precisamos aguardar e fazer um bom planejamento", disse Viacava.

Fonte: Folha de São Paulo


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.