busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
10/08/2010 14:59:29 - Atualizado em 10/08/2010 14:59:29 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Chuva e o aumento nas exportações de açúcar provocam filas

O excesso de chuva e o aumento nas exportações de açúcar estão provocando enormes filas no Porto de Santos, em São Paulo. Mais de cem navios esperam uma oportunidade para iniciar o embarque.
Caminhões carregados de açúcar parados numa fila sem dia certo para descarregar. Navios na barra sem data marcada para atracar. Alguns estão parados há mais de um mês. O consumo interno nos principais países produtores de açúcar aumentou e o Brasil é hoje o único país com produto para exportar.
“A China, a Índia e a Tailândia que, de grandes exportadores, passaram a importar o açúcar para poder atender à demanda interna. Então, houve esse crescimento. Isso não quer dizer que esse problema aconteça no ano que vem. Esse ano, é totalmente atípico em decorrência até desses grandes países que estão com falta de açúcar para consumo interno”, explicou José Roque, presidente do Sindicato das Agências de Navegação Marítima de São Paulo.
Outro problema é o principal responsável pelos congestionamentos na terra e no mar no maior porto da América Latina. O trabalho no porto não deveria parar. Mas quando chove tudo para. E tem chovido muito na Baixada Santista.
“Quem acaba pagando a conta é o próprio exportador devido ao contrato firmado de transporte. São cargas fios e o custo desses navios de granel oscilam entre US$ 40 mil e US$ 60 mil por dia. E os navios de sacaria entre US$ 15 mil e US$ 25 mil por dia”, esclareceu José Roque.
Para José Luiz Gonçalves, presidente do Sindicato dos Caminhoneiros da Baixada Santista, o aumento representa mais trabalho para a categoria. “Em relação ao ano passado, na mesma época, nós tempos em torno de 55% a mais de oferta de serviços”, disse.
O número de navios aguardando para atracar aumenta a cada dia. A névoa encobre 116 embarcações paradas. Quarenta e nove vão carregar açúcar, mas devem ficar no lugar por mais tempo. Se parece de chover hoje e não chegasse mais nenhum navio ainda assim levaria um mês para a situação ficar normalizada.
Oitenta e cinco por cento das exportações de açúcar, cerca de 20 milhões de toneladas, passam pelo Porto de Santos.
 
 
Fonte: Globo Rural


TAGS manejo do café


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.