busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
05/08/2010 15:33:51 - Atualizado em 05/08/2010 15:33:51 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Rússia impõe embargo temporário sobre exportações de trigo

A Rússia vai aplicar um embargo sobre suas exportações de trigo e produtos derivados por causa da queda nas colheitas em função da seca que afeta o país, declarou nesta quinta-feira o primeiro-ministro Vladimir Putin, citado pelas agências russas.

"Em função das temperaturas anormalmente altas e à seca, considero justificado instaurar um embargo temporário sobre as exportações da Rússia de trigo e produtos agroalimentares derivados", declarou Putin, segundo a agência Interfax.

A onda de seca sem precedentes que afeta a parte ocidental da Rússia desde o início de julho provocou a destruição de inúmeros cultivos e a queda das colheitas.

As estimativas de colheita de trigo para este ano foram reduzidos pelo governo a 70-75 milhões de toneladas, ao invés da média anual de 90 milhões, segundo a agência RIA Novosti.

Levando em conta que a Rússia é um dos grandes exportadores mundiais de cereais, os preços mundiais de trigo, que ja aumentaram 40% em julho, subiram ainda mais no início da semana nos mercados europeu e americano.

No Brasil

A medida do presidente russo, Segundo Hamilton Jardim, presidente da Comissão do Trigo da Farsul,revela a preocupação do país em manter a Rússia abastecida, já que a forte onda de calor tem atingido as lavouras de trigo principalmente.

Com isso, a movimentação em Chicago é extremamente positiva, entretanto, isso não é refletido nos preços do mercado brasileiro, "pois as altas da CBOT não são proporcionais com as o mercado interno, explica.

O cenário brasileiro é de uma oferta muito grande de trigo que ainda se depara com uma oferta muito tímida. "As indústrias afirmam que o nosso produto não tem muita qualidade, isso não é verdade. Que uma parte do que está estocado (safras 2008/09 2009/10) pode ter perdido um pouco da qualidade, mas há muita coisa boa", explica Jardim.

Além disso, para a atual produção, o representante da Farsul afirma que as condições sanitárias e de desenvolvimento das lavouras de trigo no país estão excelentes. Juntos, os estados do Paraná e do Rio Grande do Sul, devem colher mais de 5 milhões de toneladas.

Sendo assim, a explosão de preços em Chicago não devem ter impacto no mercado doméstico, pelo menos a curto prazo.


Fonte: Redação NA com AFP


TAGS Milho leiloado pela Conab


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.