busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
02/07/2010 15:09:13 - Atualizado em 02/07/2010 15:09:13 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Algodão: EUA começam a pagar compensações

O governo dos Estados Unidos já começou a pagar as compensações ao Brasil por causa da questão dos subsídios ao algodão. O dinheiro irá para um fundo que beneficiará os produtores do país.

Esta semana o governo americano depositou US$ 30 milhões em uma conta bancária nos Estados Unidos em favor do Instituto Brasileiro do Algodão, recém-criado.

“As ações autorizadas para a aplicação do dinheiro são basicamente de formação e capacitação técnica dentro de qualquer esfera no setor do algodão seja para produtores ou trabalhadores. Temos também muito importante para o setor do algodão o combate de pragas. Nós temos, por exemplo, o combate ao bicudo, um praga que traz bastante prejuízo e um custo muito alto ao produtor de algodão. Também deve ser investido muito na promoção do uso de algodão. Além disso, temos os programas que visam o ajuste das propriedades, as normas trabalhistas, a legislação social e todo e qualquer programa em relação à conservação de recursos naturais. Quando nós soubemos que a pesquisa estaria fora dessas atividades foi uma perda muito considerável. O dinheiro vem de uma fonte do tesouro americano, que é a chamada CCC. Nesta fonte de recursos, eu acredito que qualquer fonte de recursos, eles não permitem que a pesquisa seja feita fora de uma instituição ligada ao USDA. A pesquisa só é feita dentro dos Estados Unidos, por entidades americanas. Isso de certa maneira faz até sentido porque eles estariam promovendo a pesquisa de um país concorrente a eles”, explicou Haroldo Cunha, presidente da Abrapa, Associação Brasileira dos Produtores de Algodão.

Os depósitos no fundo deverão somar US$ 140 milhões por ano. A gestão dos recursos ficará a cargo de um conselho que terá representantes dos agricultores e do governo.

Fonte: Globo Rural


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.