busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
07/06/2010 14:47:32 - Atualizado em 07/06/2010 14:47:32 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Problemas na safra de laranja brasileira impulsionam os preços

Os preços do suco de laranja deverão aumentar nos próximos meses em decorrência de uma diminuição da safra brasileira da fruta. O Brasil, que é o maior produtor mundial de laranja, vê sua pior colheita em sete anos, resultado das condições desfavoráveis do clima e Brasil e da alta incidência de doenças. As informações são da Cutrale, uma das líderes na produção de suco.

O diretor executivo da empresa, Carlos Viacava, afirma que os contratos assinados com produtores brasileiros de laranja, que correspondem à metade do processamento mundial de suco de laranja, incluem aumentos de preços de 50 a 60%.

“Para alguns dos produtores que estávamos pagando R$5/caixa, agora pagamos de R$14 a R$15”, afirmou Viacava.

Os preços FCOJ cresceram 95% desde janeiro de 2009 devido a quebra nas safras. Esse aumento se deu quando as previsões da Cutrale para a safra 2010/11 do cinturão da laranja no Brasil caíram 6,2% em relação ao ciclo 2009/10, a menor desde a safra 2003/2004.

O alerta para a alta dos preços chegou junto com a notícia da fusão entre a Citrosuco e a Citrovita, mostrando a consolidação da indústria brasileira de suco de laranja. Depois da junção, a companhia seria a maior processadora de suco, controlando 25% dos fornecimentos, colocando a Cutrale na segunda posição.

Laranja na Flórida

Caso a produção na Flórida, segundo maior produtor mundial, seja atingida por furacões neste verão (meteorologistas prevêem uma ativa temporada de tempestades nos EUA) os preços sentirão ainda mais o impacto, apontando um aumento mais expressivo.
 
Atualmente, a expectativa já é de uma baixa na safra por conta das geadas e do impacto da doença conhecida como greening.  A previsão do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos para a safra 2009/10 foi de 136 milhões de caixas, a menor em uma década e 15% menor do que 2008/2009.  

O analista de mercado especializado em suco de laranja François Sonneville, do banco Rabobank, disse que a concentração dos estoques no Brasil e nos Estados Unidos deixou os preços mais baratos. No entanto, “o recuo dos preços também fez com que as reservas ficassem mais vulneráveis às doenças e às condições climáticas extremas”.


Com informações do Financial Times
Tradução: Carla Mendes


TAGS calcariadeira


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.