busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
01/06/2010 16:26:33 - Atualizado em 01/06/2010 16:27:18 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Lavouras estão comprometidas no Ceará

A falta de chuva comprometeu boa parte das lavouras do norte do Ceará. Os pés de milho e feijão até cresceram, mas faltou umidade para garantir a formação dos grãos.

Espiga de milho formada, mas sem grãos. Pé de feijão nascido, mas sem vagem.

O agricultor José Alves mostrou a terra seca e lamenta a lavoura praticamente perdida. “O milho e o feijão estão morrendo. O feijão não tem. O milho morrendo. A lagarta caiu em riba”, falou.

Essa é a realidade de muitos agricultores da região. Ao olhar para a lavoura, a impressão que se tem é de quem o plantio deu certo e a safra vingou. Os pés de milho ganharam altura e a espigas se formaram. Mas ao serem abertas, estão secas.

Segundo a Ematerce, a perda média da lavoura do Ceará já é de 57%. Na região Norte, ultrapassa os 60%. Para muitos agricultores, é uma perda acumulada já que no ano passado choveu demais e os plantios ficaram alagados.

“Se chover não salva mais nada porque passou do tempo”, lamentou o agricultor Francisco das Chagas.

A Ematerce, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará, está preparando os relatórios de perdas com a estiagem para encaminhar ao Ministério do Desenvolvimento Agrário. O objetivo é tentar antecipar o pagamento do Garantia Safra, seguro federal pago aos agricultores que tiveram prejuízo com as lavouras.
 


Fonte: Globo Rural


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.