busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
10/05/2010 17:09:39 - Atualizado em 29/07/2010 14:26:30 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

O que é a ANCP?

A ANCP, Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores, é uma empresa dedicada ao Melhoramento Genético de gado das Raças: Nelore, Guzerá, Brahman e Tabapuã


Histórico da ANCP

A Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP) foi criada em abril de 1996 com o objetivo de desenvolver um programa delineado de Melhoramento Genético para a Raça Nelore. Outra finalidade foi atender às portarias do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que tratam do registro e emissão do Certificado Especial de Identificação e Produção (CEIP).

A história do Melhoramento Genético no Estado de São Paulo nasceu em 1968, pelas mãos do Professor Warwick Estevam Kerr, do Departamento de Genética da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, USP e do criador Dr. Arnaldo Zancaner, iniciando um projeto de seleção na Raça Nelore, na Fazenda Bonsucesso, em Guararapes-SP.

Em 1969, a coordenação passou para o Prof. Francisco Alberto de Moura Duarte, ampliando sua atuação com a criação, em 1972, do Setor de Genética, Melhoramento Animal e Computação (GEMAC), com pesquisas em bovinos no Departamento de Genética. Em 1969, cabe destacar o início das atividades de Luiz A. F. Bezerra no Departamento e, em 1988, o Prof. Raysildo Barbosa Lôbo assumiu a coordenação das pesquisas em gado de corte, especialmente com a raça Nelore.

As fazendas pioneiras no Programa foram: Fazenda Bonsucesso em Guararapes (SP), Fazenda Santa Marta em Naviraí (MS), Chácara Naviraí em Uberaba (MG) e Fazenda Europa em Uberaba (MG). Assim, a ANCP cresceu e até o ano de 1992, onde os criadores recebiam as Avaliações Genéticas dos animais em uma base intra-rebanho, mediante a teoria dos modelos mistos, sob modelo de touro, com propriedades BLUP (Melhor Preditor Linear Não Viesado). Em 1992, a equipe técnica do GEMAC passou a usar o modelo animal em pesquisa e produziu, em 1993, DEPs para efeitos direto e materno por modelo animal.

Em 1995, foi publicada a primeira Avaliação Genética de Touros, Matrizes e Animais Jovens do PMGRN, com DEPs para 6 características de crescimento e fertilidade (perímetro escrotal), para 12.625 animais com pesos padronizados aos 120 dias de idade, de 27 fazendas distribuídas em 5 estados. A matriz de parentesco foi da ordem de 31.984 animais.

Em novembro de 1999 iniciou-se o Programa de Avaliação Genética da Raça Guzerá (PAGRG), coordenado pelo professor Raysildo Barbosa Lôbo. Neste mesmo ano a ANCP passou a ser o Programa Oficial da ACNB (Associação de Criadores de Nelore do Brasil), em reconhecimento à sua importância no cenário nacional.

Em fevereiro de 2001 nasceu o Programa de Melhoramento Genético da Raça Brahman (PMGRB), em reunião realizada em Goiânia, com o objetivo de promover o melhoramento da raça, com vistas à maior produtividade.

A partir do Sumário Nelore 2003 foram incluídas as DEPs para Stayability e para as características de carcaça. Em 2005 a ANCP inicia uma nova etapa em sua área de atuação, desenvolvendo Indicadores de Desempenho e Melhoria Contínua dos Processos por meio da Certificação NBR ISO 9001:2000.

No ano de 2006 consolida-se o Programa ANCP de Precocidade Sexual, com o lançamento da D3P (DEP para Probabilidade de Prenhez Precoce).


 

Missão da ANCP

A Missão da ANCP é aumentar a produtividade da pecuária de corte por meio do melhoramento genético das raças, sempre buscando a satisfação de todos os envolvidos na Cadeia Produtiva da Carne, desde o criador até o consumidor final.


Onde atua a ANCP

A equipe de pesquisadores e técnicos da ANCP publica, anualmente, Avaliações Genéticas das raças Nelore, Guzerá e Brahman, abrangendo pecuaristas de 15 estados brasileiros e nos países Bolívia, Paraguai, Venezuela e México.


Programas de Melhoramento Genético

 PMGRN - Programa Nelore Brasil

Programa de Melhoramento Genético da Raça Nelore (PMGRN), teve início em junho de 1988, com a primeira reunião entre pesquisadores da USP de Ribeirão Preto e um grupo de criadores dos estados de Minas Gerais e São Paulo.

O objetivo do PMGRN é subsidiar o criador com as ferramentas de seleção, buscando maximizar o ganho genético e lucratividade do seu empreendimento.

Anualmente é publicado o Sumário de Animais Jovens, Touros e Matrizes com as DEP’s para cada uma das características avaliadas.

A base de dados possui cerca de 1 milhão de animais e 3,5 milhões de pesagens e aferições de perímetro escrotal cadastrados.

 PAGRG - Programa Guzerá

O Programa de Avaliação Genética da Raça Guzerá (PAGRG), coordenado pelo professor Raysildo Lôbo, da USP de Ribeirão Preto, SP, iniciou em novembro de 1999, devido ao interesse de criadores da Raça Guzerá em aplicar novas tecnologia aos seus rebanhos.

O Programa é resultado da cooperação técnica entre a Associação de Criadores de Guzerá do Brasil (ACGB); Núcleo Sudeste (NS); Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP).

A cada ano é elaborado um Sumário de Animais Jovens, Touros e Matrizes com as DEP’s para cada uma das avaliadas, contribuindo assim para o melhoramento genético dos rebanhos de Guzerá.

A raça Guzerá vem obtendo, nos últimos anos, significativos ganhos em produtividade, excelentes resultados com valorização dos animais em leilões e aumento na comercialização de sêmen.

O Programa conta hoje com 42 fazendas ativas e cerca de 30 mil animais cadastrados.

 PMGRB - Programa Brahman

O Programa de Melhoramento Genético da Raça Brahman (PMGRB) teve início em 01 de fevereiro de 2001, em reunião realizada em Goiânia, com o objetivo de promover o melhoramento da raça, com vistas à maior produtividade.

Em outubro de 2003, como resultado do esforço contínuo da Associação dos Criadores de Brahman do Brasil e da Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores, tivemos a publicação do primeiro Sumário de Avaliação Genética de Programa de Melhoramento Genético da Raça Brahman (PMGRB).

A base conta hoje com 40.925 animais cadastrados, em 47 rebanhos.

 

PMGRT - Programa Tabapuã

O Programa de Melhoramento Genético da Raça Tabapuã se encontra na fase inicial. Apesar dos dados preliminares, o PMGRT demonstra potencial para crescimento.

A raça Tabapuã é a raça zebuína que mais cresceu no período entre 1988 e 1997, mostrando que os criadores estão realmente satisfeitos com o desempenho do Tabapuã, atualmente considerado como uma das melhores raças para produção de carne em menor tempo, fazendo jus ao título de "O Zebu Mais Precoce".

Não é apenas o ganho de peso do Tabapuã que entusiasma os criadores, mas as diversas qualidades dos animais, tais como a docilidade, fertilidade, precocidade reprodutiva, conformação frigorífica e uma excelente habilidade materna.

O Tabapuã vem sendo criado com sucesso em quase todos os Estados do Brasil. Atualmente são filiados à ABCT 112 criadores da raça.

 Localização

A matriz da empresa ANCP encontra-se na cidade de Ribeirão Preto/SP. Para maiores informações basta acessar o site www.ancp.org.br.

 

Fonte: ANCP


Links Relacionados:

 


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.