busca
| | |




Você está em
autor Dhiones
04/05/2010 15:02:56 - Atualizado em 04/05/2010 15:03:24 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

IMA capacita profissionais para atuar com certificação

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), por meio da Gerência de Certificação realizou no mês de abril, no Parque da Gameleira, um treinamento sobre técnicas de auditoria com base nas normas ISO 9001, ISO 19.011 e ISO 65, para 30 engenheiros agrônomos. As auditorias serão aplicadas principalmente nos Programas Certifica Minas Café e Certifica Minas Cachaça, que são mantidos sob a responsabilidade do Instituto.

De acordo com o gerente de Certificação do IMA, Marco Antônio Vale, a ISO 9001 especifica os requisitos de gestão da qualidade que uma organização precisa demonstrar para comprovar sua capacidade de fornecer produtos que atendam os requisitos dos clientes e os requisitos regulamentares aplicáveis. A ISO 19.011, fornece as diretrizes sobre auditorias do sistema de gestão da qualidade e ambiental. Já a ISO 65, especifica os requisitos gerais para organismos que operam  sistemas de certificação de produtos.

Os programas de Certificação estão vinculados ao Certifica Minas, um Programa Estruturador do Governo do estado, que é executado pelo IMA. O Certifica Minas garante a participação da produção agropecuária mineira nos mercados nacional e internacional.

Ainda segundo Marco Antônio Vale, as regras ISO aplicadas nos treinamentos são fundamentais para a manutenção da Acreditação do IMA como Organismo de Certificação de Produto (OCP), perante o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). “Com o treinamento, os profissionais ficam habilitados no Programa de Certificação de Cachaça, com base no Regulamento de Auditoria de Conformidade do Inmetro”, explica.

Em dezembro de 2009, o IMA, através da Gerência de Certificação, alcançou a condição de Organismo Certificador de Produto (OCP), com chancela do Inmetro. A acreditação permite ao Instituto certificar produtos com base em princípios internacionais, considerados de grande confiabilidade.
 
De acordo com o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, a certificação se tornou um quesito decisivo na relação com os consumidores atentos aos processos produtivos que atendam às normas sanitárias, ambientais, e de procedência de origem. “A tendência do mercado nacional e internacional aponta cada vez mais para a qualidade como exigência de comercialização de produtos agropecuários, por isso a certificação é fundamental nesse processo”, completa.
Certificação
A adoção de programas de certificação, obedecendo a práticas internacionais, propicia o reconhecimento entre programas de diferentes países, permitindo um natural fluxo de produtos, sem o ônus da repetição dos ensaios e avaliações nos países compradores.
O IMA possui normas e padrões de produção e de certificação para: cachaça artesanal de alambique, café, cogumelo, flores, produtos orgânicos e sem agrotóxicos (SAT).
O programa de certificação é de adesão voluntária e o interessado em participar deve, inicialmente,  procurar um dos escritórios do IMA.
    
                                                    

 

Fonte: IMA


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.