busca
| | |




Você está em
autor Dhiones
04/05/2010 14:53:19 - Atualizado em 04/05/2010 14:53:19 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Análise das Commodities Agricolas

 

SUÍNO VIVO

Com a missão de buscar o desenvolvimento da atividade suinícola e incentivar ainda mais o consumo de carne suína, a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), em parceria com a Associação Catarinense dos Criadores de Suínos (ACCS), fará uma ação especial para divulgar o Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) durante a AveSui América Latina 2010 – maior evento da cadeia produtiva de aves, ovos e suínos do continente, realizada de 11 a 13 de maio, em Florianópolis (SC), no Centro de Convenções Centro Sul.

Lançado em setembro de 2009 pela entidade em conjunto com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Nacional) e Confederação Nacional da Agricultura (CNA), o programa tem como principal objetivo fortalecer o consumo de carne suína no País – atualmente, o consumo médio per capita da proteína animal alcança 13 kg/ano.

Na AveSui 2010 esta iniciativa ganhará um refor ço com o lançamento de uma cartilha incentivando o uso desta fonte de proteína na merenda escolar, além de apresentar um encarte varejista que apontará as vantagens da venda de carne suína no supermercado e no comércio em geral. "A finalidade principal do Programa é aumentar em 2 kg o índice de consumo até 2012. Participam do projeto as associações estaduais de suinocultores dos estados de RS, SC, PR, DF, GO, MG e ES", conta Lívia Machado, coordenadora do PNDS.

"De maneira geral estaremos no nosso estande aberto às discussões do mercado com os produtores. Aproveitaremos a ocasião também para articular com as associações estaduais novos parceiros para o PNDS", conclui a coordenadora do projeto.

Para Andrea Gessulli, diretora da AveSui, a participação da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos engrandece ainda mais a realização do evento. "A ABCS sempre se notabilizou pelo desenvolvimento da atividade suinícola no País, assim não há momento mais propício, quando es tão reunidos diversos segmentos do setor, para mobilizações em benefício do aumento do consumo de carne suína", finaliza. (Suino.com)

 

 GO R$2,80 

 MG R$2,80 

 SP R$2,93 

 RS R$2,47 

 SC R$2,30 

 PR R$2,40 

 MS R$2,15 

 MT R$2,30

 

 

BOI GORDO

A arroba do Boi Gordo no Estado de São Paulo, segundo informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) encerrou a segunda-feira cotada a R$ 81,91, com a variação em relação ao dia anterior de 1,21%.  A variação registrada no mês de Maio é de 1,21%. (Valor por arroba, descontado o Prazo de Pagamento pela taxa CDI/CETIP).

O valor da arroba em dólar fechou ontem cotado a US$ 47,34, com a variação em relação ao dia anterior de 1,61% e com a variação de 1,61% no acumulado do mês na moeda norte-americana.

Média ponderada de arroba do boi gordo no Estado de São Paulo - base de ponderação é a mesma usada para o Indicador Esalq/BM&F.

Valores a prazo são convertidos para à vista pela taxa NPR.

A referência para contratos futuros da BM&F é o Indicador Esalq/BM&F.

 

 

 Triangulo MG R$76,00 

 Goiânia GO R$78,00 

 Dourados MS R$77,50 

 C. Grande MS R$76,00 

 Três Lagoas MS R$77,50 

 Cuiabá MT R$77,00 

 Marabá PA R$72,00 

 Belo Horiz. MG R$74,00

 

SOJA

A saca de 60 kg de soja no estado do Paraná, segundo informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) encerrou a segunda-feira cotada a R$ 35,04. O mercado apresentou uma variação de 0,72% em relação ao dia anterior. O mês de Maio apresenta uma variação de 0,72%.

O valor da saca em dólar fechou ontem cotado a US$ 20,25, com a variação em relação ao dia anterior de 1,1%, e com a variação de 1,1% no acumulado do mês.

 

 Físico - saca 60Kg - livre ao produtor

 

 R. Grande do Sul (média estadual) R$36,00 

 Goiás - GO (média estadual) R$32,50 

 Mato Grosso (média estadual) R$30,50 

 Paraná (média estadual) R$35,04 

 São Paulo (média estadual) R$35,50 

 Santa Catarina (média estadual) R$34,50 

 M. Grosso do Sul (média estadual) R$31,50 

 Minas Gerais (média estadual) R$34,50

 

MILHO

A saca de 60 kg de milho no estado de São Paulo, segundo informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) encerrou a segunda-feira cotada a R$ 17,97 a saca. O mercado apresentou uma variação de -0,36% em relação ao dia anterior e de -0,36% no acumulado do mês de Maio.

O valor da saca em dólar fechou ontem em US$ 10,39, com uma variação de 0,04% em relação ao dia anterior, e com a variação de 0,04% no acumulado do mês.

O Indicador Esalq/BM&F à vista, que tem como base Campinas-SP, distingue-se da média regional de Campinas porque utiliza o CDI como taxa de desconto dos valores a prazo. No mercado físico (média regional Campinas), porém, a taxa mais usual é a NPR. Já os valores a prazo são iguais.

 

 Físico - saca 60Kg - livre ao produtor

 

 Goiás (média estadual) R$14,50 

 Minas Gerais (média estadual) R$15,50 

 Mato Grosso (média estadual) R$11,00 

 M. Grosso Sul (média estadual) R$15,00 

 Paraná (média estadual) R$16,50 

 São Paulo (média estadual) R$17,97 

 Rio G. do Sul (média estadual) R$19,50 

 Santa Catarina (média estadual) R$19,00

 

FRANGO VIVO

Os dados da SECEX/MDIC revelam que as exportações de carne de frango do primeiro quarto do ano somaram 847.735 toneladas - volume que reverteu o resultado negativo registrado no primeiro bimestre (-4,13%), mas continua sendo apenas marginalmente maior que o do ano passado (+0,38% sobre o primeiro trimestre de 2009). Em relação a idêntico trimestre de 2008 persiste o resultado negativo – queda de 3,74%.

Negativo há um bom tempo, também voltou a ser positivo o resultado acumulado em 12 meses. Foram 3.637.697 toneladas entre abril de 2009 e março de 2010, um volume 0,78% superior às 3.609.402 toneladas alcançadas nos 12 meses imediatamente anteriores. Mas em relação ao recorde atingido pelo setor em 12 meses (3.742.702 toneladas, acumulados entre novembro de 2007 e outubro de 2008) persiste uma queda de 2,81%. (Avisite)

 

 SP R$1,35 

 CE R$2,70 

 MG R$1,35 

 GO R$1,35 

 MS R$1,30 

 PR R$1,45 

 SC R$1,30 

 RS R$1,36 

 

OVOS

Com uma demanda forte e em crescimento, os preços começam a ter pequenas reações nesta terça feira.

Com o equilíbrio entre demanda e oferta, novos reajustes acontecerão naturalmente durante a semana. (Com Informações do Mercado do Ovo)

 

 Ovos brancos

 SP R$40,00 

 RJ R$40,00 

 MG R$40,00 

 Ovos vermelhos

 MG R$42,00 

 RJ R$42,00 

 SP R$41,00

 

 

Fonte: Suinocultuta Industrial


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.