busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
03/05/2010 17:09:07 - Atualizado em 03/05/2010 17:09:07 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Produtores de leite apostam em nova forma de renda

Os produtores de Ipiranga, na região centro-sul do Paraná, que antes só cultivavam o fumo, agora descobriram na pecuária de leite uma atividade rentável.
Enquanto o sol se levanta no horizonte o criador José Rumblsperger vai terminando de ordenhar as vacas no estábulo. Há um ano ele se dedica à produção de leite e já virou referência para outros pequenos produtores. “Eu tenho 11 vacas. Eu comecei com duas. Eu comecei com uma produção de cinco a seis litros por ordenha. Hoje, já tiro cerca de 30 litros por ordenha. No verão eu cheguei a 90 litros”, disse.
A área de dois hectares semeada com aveia servirá de pastagem. É comida para o gado até o final do ano. “Eu lidava com fumo. Tinha época que o fumo passava mal e a gente trocava só o serviço”, lembrou seu José.
Ele não fez sozinho a transformação na propriedade. Ele recebe assistência de técnicos da prefeitura que visitam o sítio com frequência. “Ele está tendo um resultado bem positivo. Realizamos o descarte de vacas que não tinham aptidão para leite. Hoje, o plantel está num nível bom”, avaliou o veterinário Alan Pietrobeli.
A empolgação do seu José está chegando a outras propriedades. O seu Mario e a dona Olinda Barth cresceram trabalhando no fumo. Mas andam cansados da atividade.
Quem cuida das vacas é a filha do casal, a criadora Viviane Barth. Ela participa de cursos e treinamentos. E não vê a hora de o rebanho crescer. “Estamos planejando isso e vamos ver se colocamos em prática”, disse.
 

Fonte: Globo Rural


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.