busca
| | |




Você está em
autor Dhiones
30/04/2010 09:19:15 - Atualizado em 30/04/2010 09:21:36 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Empresários pedem mais punição contra invasores de terra

\"\"Na Agrishow, em SP, representantes do setor criticam "gastança pública

SÃO PAULO. Empresários presentes à Agrishow de Ribeirão Preto pediram aos presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) que adotem posição dura contra invasores de terra e decretem o fim da "gastança pública".

-Todos querem crescer, mas precisamos brigar com a taxa de juros que sobe inesperadamente para bancar a gastança pública do governo. Esperamos que nos ouçam e se preocupem em transformar o país em nação - disse Rubens Dias de Moraes, presidente da Jumil, empresa de máquinas agrícolas de Batatais.

O setor, segundo ele, quer que o novo governo seja duro contra invasores de terra.

- Não queremos incertezas, queremos uma posição contra a invasão de terras, que não pode ser aceita como natural. Queremos que o novo presidente separe a ideologia da ação.

Para Moraes, o agronegócio precisa de política agrícola e não de planos anuais. De acordo com os empresários do setor, os políticos usam a Agrishow como palco.

- Aqui eles são bem acolhidos e escutam nossas reivindicações, que são poucas. Quem sabe eles, sentindo o cheiro da terra, fiquem sensibilizados.

Joaquim Augusto Azevedo, presidente do Sindicato Rural e da Associação Rural de Ribeirão Preto, quer que os sem-terra sejam responsabilizados criminalmente pelas invasões de terras: - Estes grupelhos precisam de punição. São criminosos que se dizem trabalhadores. A invasão de terra tem que ser criminalizada.

Só um governo irresponsável apoia esses grupos.

O presidente da Sociedade Rural Brasileira, Cesário Ramalho, e diretores da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos defendem que o ministro da Agricultura seja técnico.

- Precisamos de alguém do setor na agricultura, que ouça nossos projetos para o setor.

Precisamos de mudanças.

 

Fonte: O Globo


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.