busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
20/04/2010 16:06:07 - Atualizado em 20/04/2010 16:07:33 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Consumo de etanol cai 27% até março

\"\"Os preços menos competitivos do etanol nos postos de combustíveis fizeram com que o consumo tivesse forte queda no primeiro trimestre. Foram 1,6 bilhão de litros vendidos entre janeiro e março de 2010, queda de 27% em relação a igual trimestre de 2009, quando 2,2 bilhões de litros foram comercializados no país, segundo o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis (Sindicom), cujas associadas representam 75% do mercado brasileiro.

Depois de estourar a barreira de R$ 1 o litro na usina e fechar em R$ 1,20 em 22 de janeiro deste ano, o preço do álcool voltou a cair na indústria pressionado, justamente, pela forte retração no consumo nos postos. Chegou a bater R$ 0,75 em 26 de março, e desde então, vem buscando equilíbrio com a demanda em um movimento de sobe e desce na usina, segundo números do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq).

Nas usinas, em quatro semanas, o litro do hidratado valorizou-se 20,6%, de R$ 0,75 para R$ 0,91, segundo o Cepea/Esalq, e também recuou 8,9% nos últimos sete dias para R$ 0,83. " Esperamos menos volatilidade neste ano, pois além de impacto negativo ao produtor, as mudanças bruscas no preço e no consumo, trazem a necessidade de um " malabarismo logístico " às distribuidoras para manter o abastecimento " , diz Alisio Mendes Vaz, vice-presidente executivo do Sindicom.

Aos poucos, a queda nos preços na indústria foi sendo repassada aos consumidores. Por isso, em março já foi mais evidente o movimento de retomada da demanda pelo etanol, aumento que prossegue em abril, segundo o executivo do Sindicom, que ainda não tem os dados parciais de vendas de combustíveis de abril.

Também nos postos, os preços oscilam em busca de equilíbrio. Segundo levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP), nas últimas quatro semanas o valor médio do litro do etanol hidratado na bombas de São Paulo caiu 7%, de R$ 1,516 para R$ 1,409 o litro, e na última semana, entre 11 e 17 de abril, voltou a subir fechando em R$ 1,531 o litro, valorização de 8,6%. A vantagem do etanol em relação à gasolina se manteve estável nas duas últimas semanas em oito Estados.

As vendas de hidratado nos postos em março ainda ficaram abaixo do realizado no mesmo mês de 2009. Foram 604,1 milhões de litros, 20% menos do que em março do ano passado, mas 4,6% maiores que as de janeiro e 40% superiores ao mês de fevereiro deste ano.

 

 

Fonte: Valor Econômico - Fabiana Batista


TAGS venda de propriedade rural


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.