busca
| | |




Você está em
autor Luiz Carlos
19/04/2010 17:24:23 - Atualizado em 19/04/2010 17:25:57 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Genosoja: desvendando os mistérios dos genes da soja

Estamos estudando os genes envolvidos com alguns aspectos da cultura da soja.
 Consórcio tenta identificar para que serve parte dos 66 mil genes sequenciados do grão; pesquisador da Embrapa de Londrina coordena grupo de estudos
Identificar os genes da soja relacionados com a tolerância a ferrugem asiática, nematóides e seca é um dos grandes desafios do Consórcio Nacional para Estudos do Genoma da Soja (Genosoja), coordenado pelo pesquisador Ricardo Vilela Abdelnoor, da Embrapa Soja. Formado por cerca de 50 pesquisadores de oito instituições, o grupo também tem a missão de identificar os genes relacionados à fixação biológica do nitrogênio e à qualidade dos grãos.
"O Genosoja é um braço do País no consórcio internacional do genoma da soja, que reúne pesquisadores brasileiros, norte-americanos, coreanos, chineses e japoneses", explica Abdelnoor. Segundo ele, todo o Genoma da soja, com aproximadamente 66 mil genes, já foi sequenciado pelos Estados Unidos. "Mas ainda se sabe muito pouco sobre a função de cada gene. Este é o nosso grande desafio."
O consórcio tem financiamento de R$ 6 milhões pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com contrapartida de R$ 2 milhões da Embrapa. "Estamos estudando os genes envolvidos com alguns aspectos da cultura da soja: a tolerância e resistência à ferrugem asiática e aos nematóides, a tolerância à seca, a fixação biológica de nitrogênio, além daqueles relacionados com a qualidade do grão. Por meio do consórcio internacional, existem também vários laboratórios pesquisando genes envolvidos com outras características da soja pelo mundo", afirma.
Apesar de ter começado em 2008 e o financiamento terminar em 2011, Abdelnoor explica que o trabalho está apenas no início. "Identificamos vários genes que têm potencial de estarem envolvidos com essas características. Estamos agora selecionando alguns genes para serem estudados com mais profundidade, que irá resultar num entendimento mais aprofundado dos mecanismos moleculares que atuam na expressão de tais características."
Ele ressalta que o Genosoja vai ser muito importante para o desenvolvimento de novas cultivares relacionados a essas características, não somente para os membros do consórcio, mas para toda comunidade científica que trabalha com a cultura da soja, visto que todos os dados gerados serão disponibilizados publicamente após o término do projeto.
Além da Embrapa Soja, fazem parte do consórcio brasileiro pesquisadores das seguintes instituições: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, universidades federais de Viçosa (UFV), do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Pernambuco (UFPE), Universidade de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (UNESP/Jaboticabal), além da Cooperativa Central de Pesquisa

 
Fonte: Folha de Londrina - Nelson Bortolin


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.