busca
| | |




Você está em
autor Luiz
14/04/2010 18:24:15 - Atualizado em 14/04/2010 18:24:15 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Não devemos tolerar a violência no campo

“Não devemos tolerar a violência no campo”, diz Gilmar Mendes

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, afirmou hoje que “não devemos tolerar violência” no campo, em referência à onda nacional de invasões de terras promovidas neste mês pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), conhecida como “abril vermelho”.

“Nós temos que chegar a um outro padrão civilizatório. Protestos, sim. Direito de manifestação, sim. Direito de reunião, sim. Mas sem violência”, disse o ministro, que participou nesta quarta-feira de audiência pública no Senado sobre a modernização do Judiciário.

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO), presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), comparou as ações do MST às atividades do crime organizado e fez um apelo para que Mendes ajudasse na criação de um plano nacional de combate à invasão de terra.

“Nós estamos há 13 anos a mercê do crime anunciado. Eu nunca vi um traficante anunciar que vai fazer um abril vermelho do tráfico de drogas. Eu nunca vi um traficante de animais anunciar que vai fazer um mês de tráfico no país. O crime organizado anda na escuridão. Mas, no campo brasileiro, estamos vendo o crime organizado ser implementado, aumentado e fortalecido sob as vestes do movimento social”, disse a senadora.

As manifestações do “abril vermelho” ocorrem todos os anos para lembrar a morte de 19 trabalhadores rurais, ocorrida em 17 de abril de 1996, durante confronto entre lavradores e policiais militares, em Eldorado do Carajás (PA).

Fonte:  Noeli Menezes,  Folha Online.


TAGS



Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.