busca
| | |




Você está em
autor Genética Aditiva
13/04/2010 09:12:12 - Atualizado em 25/05/2010 12:28:51 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Genética aditiva realiza teste de temperamento no rebanho

A zootecnista Walsiara Maffei esteve presente, na última semana, nas fazendas do grupo Genética Aditiva. Na ocasião, foi realizado o reateste (teste de temperamento) no rebanho Nelore. 

O reateste consiste numa avaliação dos animais por meio de um aparelho conectado à balança e ao computador. No momento da pesagem, o aparelho capta a reatividade do animal por 20 segundos, e os dados ficam armazenados no computador através de um software específico. Com os dados obtidos pelo programa, o zootecnista ou médico veterinário responsável faz uma avaliação do indicador de temperamento, com base na genealogia do animal, na qual faz a predição das DEPs (Diferenças Esperadas na Progênie).

De acordo com Walsiara Maffei, o teste permite selecionar animais com temperamento mais manso. Dos mais de 3.000 animais que já avaliou em todo o país, ela informou que o rebanho Genética Aditiva apresentou índices excelentes. "Os animais da Genética Aditiva destacaram-se pelos touros mais mansos, que estão presentes no Sumário 2009", afirma.

A zootecnista informa que a reatividade é uma característica genética, com herdabilidade de 40%, por isso, enfatiza a necessidade da realização do teste. "O temperamento interfere na produtividade do animal, pois um animal bravo produz menos leite, ganha menos peso, tem menor desempenho reprodutivo, menor resposta à imunidade, menor resistência a ecto e endoparasitas, além de dificultar as ações de manejo, o que pode aumentar o risco de acidente de trabalho e, causa sobretudo, queda no rendimento do pecuarista", explica.

Conforme informou Walsiara, a mentalidade dos pecuaristas e o mercado mudaram. "Estamos vivendo a era para seleção de temperamento. O próprio cliente já despertou para a necessidade de adquirir animais mansos, avaliados genéticamente", garante.

O rebanho da Genética Aditiva é selecionado anualmente para o temperamento, nos períodos de desmama e ao completar um ano.



TAGS



Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.