busca
| | |




Você está em
autor Luiz
21/03/2010 20:06:52 - Atualizado em 21/03/2010 20:07:26 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Renato galindo: precisamos de mais gerenciamento

O leitor do BeefPoint Renato Galindo, de Londrina/PR, enviou um comentário ao artigo "Como medir a produtividade do rebanho?". Abaixo leia a carta na íntegra.

"Pecuária de futuro

Durante muitos anos, a produtividade foi medida por cabeças/hectare/ano, ou num outro modo de mensuração de kg/animal/dia, dando uma impressão de que a eficiência está diretamente associada a essas simples equações.

Em meados dos anos 90, nos primórdios tempos de inicio de Plano Real e dólar barato, a importação de bezerros e garrotes da argentina para o Brasil foi bastante intensa, e numa dessas ocasiões um produtor Argentino me perguntou quantos kg de carne se produz por hectare/ano no Brasil.

Confesso que não soube responder e acredito que até hoje, passados 15 anos ainda tenhamos dificuldades em realizar essa equação.

Ao contrário de um agricultor de soja ou milho que tem a produção/hectare dos últimos anos na ponta da língua, a pecuária bovina sempre andou à margem da eficiência, pela falsa idéia de custo baixo com mão de obra e baixo endividamento por falta de linhas de créditos que alavanquem a pecuária eficiente.

Para se garantir uma excelência na pecuária, necessariamente precisa-se ter: Genética/Nutrição/Manejo, além de um um conceito novo sobre Gerenciamento de produtividade. Ao invés de cabeças/hectare, devemos passar a falar em kg de carne/hectare/ano, pois assim rapidamente o produtor consegue mensurar através de comparativos com outras atividades do agronegócio se a atividade está sendo rentável ou não.

Segundo M.Corsi (ESALQ/USP) a média brasileira no ano 2007/2008 foi de 105 kg/hectare/ano ou 3,5@ (arrobas). Se compararmos com uma produção de soja de 40-45 sacos/hectare, somente como exemplo, mesmo com preços baixos, a soja seria melhor negócio.

O interessante para refletirmos é justamente que, se o produtor utilizar a tecnologia na pecuária, como melhoramento genético, correção de pastagens e manejo do rebanho, enfim, tratar o seu negócio como uma verdadeira indústria de produção de carne ele pode multiplicar por 8 ou 10 essa produtividade de carne/hectare. Basta acreditar no seu negócio.

A pecuária bovina nacional vem passando por várias transformações nas ultimas décadas, mas ainda temos um longo caminho à percorrer. Por isso temos que mudar o conceito de Pecuária DO Futuro, para Pecuária DE Futuro, parece uma simples colocação de palavras, mas é um novo conceito de negócio.

Pecuária de futuro é gerenciar a atividade.

'Somos o que repetidamente fazemos, a excelência portanto não é um feito, mas um Hábito.'
(Aristóteles)"

Fonte: BeefPoint


TAGS



Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.