busca
| | |




Você está em
autor Luiz
21/03/2010 19:31:28 - Atualizado em 21/03/2010 19:31:28 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

EUA exportaram 9% mais carne bovina em janeiro

As exportações de carne bovina dos Estados Unidos (incluindo miúdos) aumentaram em 9% em volume e 6% em valor em janeiro com relação ao mesmo mês de 2009. As vendas de cortes in natura foram ainda melhores, aumentando em 16% em volume e 15% em valor. Entretanto, esses totais representaram um declínio com relação a dezembro de 2009 e foram ainda menores do que a média mensal de 2009. As exportações de miúdos bovinos caíram somente 4% em volume, mas caíram em 26% em valor comparado com janeiro de 2009.

As exportações totais foram de 72.596 toneladas no valor de pouco menos de US$ 248 milhões. Isso se compara às vendas de 66.457 toneladas no valor de US$ 233 milhões exportadas em janeiro de 2009. Entretanto, o volume foi 6% menor do que em dezembro e 3% menor do que a média mensal de 2009. O valor foi 5% menor do que em dezembro e 3% menor do que a média mensal de 2009.

As exportações aumentaram para o Canadá, segundo maior mercado (depois do México) para carne bovina dos Estados Unidos. As exportações em janeiro foram de 11.064 toneladas no valor de US$ 47,6 milhões. Isso foi 21% de aumento em volume e 29% em valor com relação a janeiro de 2009.

Os principais mercados asiáticos também apresentaram um bom desempenho comparado com o ano anterior. As exportações ao Japão foram de 5.602 toneladas no valor de US$ 27,9 milhões, um aumento de 38% em volume e 28% em valor. Para Taiwan, as vendas foram de 3.017 toneladas no valor de US$ 17,5 milhões, o que mostra um aumento de 166% em volume e mais que o triplo (+204%) em valor com relação a janeiro de 2009. Para Hong Kong, as exportações foram de 2.037 toneladas no valor de US$ 8,4 milhões, o que mostra um aumento de quase 5 vezes em volume (+379%) e em valor (+378%).

As exportações à Coreia do Sul foram de 7.327 toneladas no valor de US$ 27,2 milhões. Isso representou um aumento de 3% em volume e um pequeno declínio em valor com relação a janeiro de 2009. Entretanto, isso foi 67% maior em volume e 56% em valor do que a média mensal de 2009, revelando uma excelente recuperação com relação a queda nas exportações à Coreia no meio de 2009.

As exportações ao Oriente Médio continuaram seu momento positivo em janeiro, liderada pelas fortes vendas ao Egito e crescente presença nos Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita. As exportações à União Europeia (UE) também estão crescendo, mas em janeiro, os dados de importação da UE - considerados a medida mais confiável desse mercado - ainda não estão disponíveis.

A tendência de exportações de carne bovina ao México é positiva, com o volume de janeiro aumentando em 28% e o valor aumentando em 8% com relação ao mês anterior. Embora o México ainda seja o maior destino da carne bovina dos Estados Unidos, as exportações caíram em 24% em volume e 32% em valor com relação a janeiro de 2009. A economia do México está mostrando sinais de melhora e o peso tem recuperado parte do valor que perdeu no ano passado, mas seu poder de compra ainda está abaixo dos níveis de 2008, quando as exportações de carne bovina dos Estados Unidos ao México atingiram o recorde.

O único outro importante mercado que mostrou declínio com relação ao ano passado foi o Vietnã, para onde as exportações caíram em 22% em volume e em 29% em valor com relação a janeiro de 2009.

Fonte: USMEF (www.usmef.org), traduzidos e adaptados pelo  BeefPoint.


TAGS semeadura



Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.