busca
| | |




Você está em
autor Luiz
08/03/2010 11:26:24 - Atualizado em 08/03/2010 11:26:24 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Mt dobrará a produção de carne até 2020, estima imea

Diante do crescimento do abate de bovinos, aves e suínos, a produção de carnes em Mato Grosso passará dos atuais 1,55 milhão toneladas equivalente carcaça para 3.098, crescimento de 99% ao longo dos próximos 10 anos. A participação da carne bovina reduzirá de 64% para 58% e a produção de carne suína e de aves aumentará em 3% cada uma. Hoje, aves representam 26% e suínos 10% da carne estadual.

A estimativa para crescimento do rebanho bovino, em Mato Grosso, de 2% ao ano (crescimento linear) será resultado de fatores de manejo e aumento da capacidade de suporte. O indicador mais importante para o crescimento dos abates no Estado, como frisa o Imea, entretanto, está relacionado ao crescimento da taxa de desfrute, estimado em 4% ao ano. O desfrute resulta do desempenho da cadeia da carne bovina e vem também do atual cenário de crescimento do número de confinamentos, juntamente com a melhoria das pastagens, com vistas a disponibilizar maiores áreas à agricultura e à melhoria do manejo reprodutivo e alimentar.

"Desta forma, o rebanho bovino aumentará em 22%, passando dos atuais 27,2 milhões para 33,9 milhões de cabeças de gado e o abate de 4,1 milhões para 8 milhões de cabeças, crescimento de 80%".

O crescimento da produção de aves e suínos foi estimado considerando os investimentos que estão sendo realizados pelas indústrias em Mato Grosso e também pela perspectiva do setor de incremento nos próximos anos. Diante deste contexto, os segmentos serão o que registrarão as maiores expansões, acima de 100%.

O Imea estima crescimento de 10% ao ano nos primeiros cinco anos e 6% ao ano a partir do sexto ano. Sendo assim, o abate de aves passará dos atuais 138 milhões de cabeças para 327 milhões em 2020, crescimento de 116%.

"As atividades de avicultura e suinocultura são consideradas atividades de segundo ciclo em Mato Grosso e tenderão a ganhar mais representatividade nos próximos anos".

Para a suinocultura, o Imea estima crescimento de 20% ao ano nos cinco primeiros anos e 10% ao ano para os demais. Essa taxa de incremento também considera os atuais investimentos na expansão da capacidade de abate, assim como as projeções dessas indústrias para os próximos anos. Com essas taxas, Mato Grosso abaterá 4,3 milhões de cabeças ao ano em 2020. O abate atual é de 1,3 milhões de cabeças.

Fonte: Diário de Cuiabá


TAGS



Comentários



Agron © 2017
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.