busca
| | |




Você está em
autor Cristina Crispa
29/04/2020 14:18:49 - Atualizado em 29/04/2020 14:18:49 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Economia

Desaceleração na economia afeta venda de etanol

Queda drástica da demanda por combustíveis, as retrações nas cotações do petróleo e o recuo nos preços do açúcar já impactam o faturamento setorial.

Nesta quarta-feira (29.04) divulgou o acompanhamento de safra do mês de abril. Conforme o levantamente, a desaceleração da economia e as medidas de isolamento para controle da disseminação do novo coronavírus já repercutem sobre as vendas de etanol. As unidades produtoras da região Centro-Sul comercializaram 799,03 milhões de litros nos primeiros quinze dias de abril. Desse total, as vendas de etanol hidratado ao mercado interno somaram 560,48 milhões de litros, expressiva queda 35,77% frente a mesma quinzena de 2019. Em relação ao etanol anidro, foram 201,20 milhões de litros comercializados domesticamente, contra 302,91 milhões de litros no ano anterior.

A queda drástica da demanda por combustíveis, as retrações nas cotações do petróleo e o recuo nos preços do açúcar já impactam o faturamento setorial. Na primeira quinzena de abril, a receita com a venda de etanol caiu quase 50% na comparação com os valores registrados no mesmo período de 2019.

“O anúncio de medidas emergenciais é absolutamente urgente e necessário para reduzirmos o risco de colapso das atividades do setor”, ressalta Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA). “É a manutenção de toda uma cadeia produtiva e de seus milhares de empregos que estão em jogo”, completou o executivo.

FONTE: AGROLINK - Aline Merladete.


TAGS desaceleração , Economia , afeta , Venda , etanol


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2020
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.