busca
| | |




Você está em
autor Douglas Carreson
10/09/2019 09:52:10 - Atualizado em 10/09/2019 09:52:10 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Economia

Demanda mais fraca pressiona preços da soja

China tem demonstrado menos apetite para importar e indústria brasileira sinaliza ter estoques do grão até outubro.

Depois de encerrar agosto acumulando forte alta, a soja iniciou setembro em baixa, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com os pesquisadores, o momento é de demanda mais fraca pelo produto nacional, o que ajuda a pressionar os preços. A referência baseada no Porto de Paranaguá (PR) acumula baixa de 2,78% nos primeiros dias deste mês. Na sexta-feira (6/9), fechou cotada a R$ 86,06 a saca de 60 quilos.

“Isso (demanda mais fraca) se deve especialmente à redução nas compras por parte da China.  Além disso, o dólar recuou na semana passada, aumentando a disparidade entre os pedidos de vendedores e as ofertas de compradores”, diz o Cepea, em nota divulgada nesta segunda-feira (9/9).

Ainda de acordo com os pesquisadores, a demanda interna pelo grão também está mais fraca, já que boa parte da indústria sinaliza trabalhar estocada até outubro. O indicador do Cepea com base nos negócios no mercado do Paraná recuou 3,2% nos primeiros dias de setembro. Na sexta-feira (6/9), fechou a R$ 79,63 a saca.

Fonte: Redação Globo Rural.


TAGS demanda , pressiona , preços , soja , negociações


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2019
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.