busca
| | |




Você está em
autor Otavio Culler
05/09/2018 09:05:32 - Atualizado em 05/09/2018 09:05:32 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Economia

Preços aos produtores paulistas caem em julho

Preços pagos aos produtores paulistas caem 0,72% em julho.

Principais quedas foram verificadas no tomate, batata, ovos, carne suína, milho e algodão.

O IqPR - índice que mede a variação dos preços recebidos pelos agricultores paulistas - registrou queda de 0,72% em julho de 2018, na comparação com o mês anterior, informa Instituto de Economia Agrícola (IEA). Os produtos que apresentaram as maiores altas foram: arroz (19,33%), leite (16,13%), banana nanica (7,37%) e laranja para indústria (5,71%).

Enquanto as maiores quedas foram registradas pelo tomate para mesa (-33,84%), batata (-31,01%), ovos (-18,31%), carne suína (-12,4%), milho (-9,18%) e algodão (7,43%), destaca Eder Pinatti, pesquisador do IEA.

Acumulado dos últimos 12 meses

No período de agosto de 2017 a julho deste ano, o IqPR apresentou a maior alta no mês de maio (2,17%). Já a maior queda, (-1,72%) ocorreu no próprio mês de agosto. O índice apresentou variações positivas nos meses de: outubro e dezembro do ano passado e em todo o primeiro semestre de 2018.

Os destaques do período são: milho (53,42%), trigo (47,69%), laranja para mesa (34,31%), algodão (24,81%), laranja para indústria (22,5%), soja (21,25%), carne de frango (20%), amendoim (12,46%), carne bovina (11,8%), batata (7,88%), arroz (4,75%) e leite cru refrigerado (3,6%);

As variações negativas foram verificadas em agosto, setembro e novembro e julho de 2018. No período analisado, perderam valor em suas cotações: tomate para mesa (-42,57%), feijão (-27,15%), ovos (-22,29%), carne suína (-15,92%), cana-de-açúcar (-7,78%), café (-3,20%) e banana nanica (-0,70%).

FONTE: DATAGRO.


TAGS preços , pagos , Produtores , paulistas , queda


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2018
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.