busca
| | |




Você está em
autor Cristina Crispa
07/02/2018 10:10:47 - Atualizado em 07/02/2018 10:10:47 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Economia

Atrasos na colheita e preços firmes para o soja

Na primeira quinzena de janeiro, as revisões para cima da safra brasileira de soja e a queda do dólar em relação ao real pressionaram para baixo os preços do grão e do farelo de soja no mercado interno.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, a tonelada do farelo foi comercializada, em média, por R$1.095,77, sem o frete.

Já na segunda metade do mês, as preocupações com o clima no Brasil e na Argentina e os atrasos na colheita 2017/2018 deram sustentação aos preços do grão e do farelo de soja.

O farelo fechou janeiro/18 cotado, em média, em R$1.107,57 por tonelada no estado.

Houve alta de 0,9% em relação a dezembro último, mas o insumo está custando 8,9% menos em relação a igual período do ano passado.

Em curto e médio prazos, assim como para o milho, os preços do farelo de soja e da soja grão dependerão do clima e do avanço da colheita no Brasil (2017/2018).

Se as chuvas derem uma trégua e os trabalhos no campo avançarem (aumento da oferta interna) a tendência é de que as cotações caiam no mercado brasileiro, principalmente considerando o dólar em um patamar mais baixo, como observado em janeiro.

De qualquer forma, atenção ao clima (no Brasil e na Argentina), à demanda mundial aquecida e ao câmbio, que são fatores que podem pontualmente interferir no mercado neste período de safra.

#soja #preço #mercado #oferta #demanda

Fonte: Scot Consultoria. Por: Rafael Ribeiro.


TAGS soja , preço , Mercado , oferta , demanda


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2018
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.