busca
| | |




Você está em
autor Hamilton
21/06/2018 09:40:53 - Atualizado em 21/06/2018 09:40:53 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Ciência e Tecnologia

Nutrição animal pode reduzir poluição ao meio ambiente

Enzimas como fitase reduz probabilidade de contaminação do solo através de dejetos dos animais.

Com a busca incessante pela redução de emissão de poluentes, o agronegócio vem se adaptando para ajudar a combater os riscos de poluição ao meio ambiente. De acordo com o gerente geral da Quimtia Brasil, empresa especializada na produção de insumos para nutrição animal, Anderson Andrade da Veiga, no caso da produção animal, que como um dos meios o confinamento de um grande número de animais, existem várias formas de reduzir a contaminação dos solos e das águas.

Segundo ele, neste caso, uma das alternativas é investir em insumos que possibilitam uma nutrição mais adequada aos animais, o que pode diminuir consideravelmente a descarga de poluentes no solo, através das fezes.

“Algumas enzimas como a fitase, por exemplo, se acrescentadas à ração animal são capazes de atuar fortemente em fatores antinutricionais, reduzindo a probabilidade de contaminação no solo através de dejetos”, explica o executivo.

Ainda para Anderson, a substância é responsável por interferir no processo de ingestão de vários minerais, melhorando a absorção de cada uma delas e reduzindo, consequentemente, as emissões diretamente no solo. “Minerais como ferro, magnésio, zinco e cálcio, além do próprio fósforo, sendo melhor absorvidos pelos animais pode reduzir problemas ambientais”, finaliza o especialista.

O Brasil é, hoje, o terceiro maior poluidor das Américas ficando atrás somente dos Estados Unidos e do México. Entretanto, o país vem enfatizando a preocupação e buscando maneiras de reduzir os poluentes, como é o caso da estratégia sugerida por Anderson no segmento do agronegócio.


TAGS



Comentários



Agron © 2018
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.