busca
| | |




Você está em
autor Douglas Carreson
18/01/2019 20:08:52 - Atualizado em 18/01/2019 20:08:52 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Animais e Criações

China: Restrições da Peste Suína Africana

China decide suspender restrições da Peste Suína Africana.

Mesmo com mais casos aparecendo, algumas restrições devem foram suspensas e produtores devem reabastecer seus rebanhos.

As autoridades chinesas começaram a suspender as restrições de transporte de suínos, causada pela Peste Suína Africana. As proibições iniciaram em agosto, quando o primeiro caso da doença foi confirmado no país. De acordo com a agência Reuters, o governo informou que os suinocultores chineses devem reabastecer rapidamente seus rebanhos e a nação planeja comprar mais carne suína para suas reservas, em medidas para reduzir os aumentos de preços esperados para este ano.

Os preços do suíno no maior produtor mundial da carne devem subir na segunda metade de 2019, já que o número de porcos vem caindo, disse nesta quarta-feira Tang Ke, diretor do departamento de mercado e informação do Ministério da Agricultura.

"Recomendamos que a maioria dos produtores ajuste sua produção e aumente o reabastecimento de maneira oportuna", disse Tang, mesmo em momento em que os produtores têm promovido medidas para prevenir e controlar a peste suína africana.

Na China, os primeiros casos foram encontrados na província nordestina de Liaoning. De acordo com o relatório oficial para a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), a situação da doença foi resolvida, juntamente com as províncias de Anhui, Jilin, Henan, Jiangsu, Zhejiang e Yunnan. Proibições de movimento e outros controles foram suspensos após testes extensivos de porcos em cada área não revelarem mais casos positivos.

FONTE: SUINOCULTURA INDUSTRIAL.


TAGS China , suspender , restrições , peste suína , africana


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2019
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.