busca
| | |




Você está em
autor Douglas Carreson
18/07/2019 10:36:15 - Atualizado em 18/07/2019 10:36:15 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Agricultura e Pecuária

Compliance do agro em relação ao uso de agroquímicos

Acordo Mercosul-UE exigirá maior compliance do agro em relação ao uso de agroquímicos.

Objetivo é reduzir o risco de barreiras às exportações agrícolas brasileiras, afirmam especialistas.

O acordo Mercosul-UE vai exigir maior compliance do agronegócio nacional com relação a boas práticas relacionadas ao uso de agroquímicos. O objetivo é reduzir o risco de barreiras às exportações brasileiras, que por ventura estejam em desconformidade com o conceito do princípio de precaução presente no tratado referente ao manejo e possíveis resíduos de fertilizantes e defensivos em produtos agrícolas. O diagnóstico foi feito pelos executivos da Santa Clara Agrociência, João Pedro Cury (CEO) e Marcelo Rolim (diretor técnico), durante evento promovido pela empresa nesta semana [quarta, 03 e quinta, 04], em Ribeirão Preto (SP).

Especializada no segmento de nutrição vegetal e proteção de cultivos, a empresa, de capital 100% nacional, começou a embarcar neste ano seus produtos, entre eles fertilizantes especiais e biodefensivos, para países europeus e constatou o avanço da agenda de maior vigilância no velho continente sobre esta temática. “E agora, com o acordo Mercosul-UE, a tendência é que isso só se acentue”, ressalta João Cury.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em teoria, o princípio da precaução – inserido no tratado Mercosul-UE - permite que um país rejeite a importação de um produto alegando que ele faz mal à saúde humana e quem tem que provar o contrário é o país exportador, com base em evidências cientificas. Um maior compliance na utilização de agroquímicos também é importante para mitigar o risco de que questões técnicas sejam utilizadas como artifício para justificar medidas protecionistas.

Rolim destaca que investir em certificações internacionais é o principal caminho para que exportadores agrícolas/alimentos brasileiros reduzam e/ou evitem o risco de barreiras aos seus produtos.

FONTE: DATAGRO.


TAGS acordo , mercosul-ue , compliance do agro , relação , uso de agroquímicos


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2019
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.