busca
| | |




Você está em
autor Cristina Crispa
16/07/2018 09:48:47 - Atualizado em 16/07/2018 09:48:47 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Agricultura e Pecuária

Saiba como tirar amostra de leite corretamente

É fundamental realizá-la corretamente, evitando a ocorrência de fatores que interferem nos resultados das análises.

Amostra de leite do tanque: determinante do preço de toda produção mensal!

A coleta de amostra de leite do tanque resfriador, realizada pelo transportador do laticínio, é determinante do preço de toda a produção mensal da fazenda. Desta forma, é fundamental realizá-la corretamente, evitando a ocorrência de fatores que interferem nos resultados das análises.

Confira abaixo os fatores que são essenciais para que esse procedimento seja feito corretamente:

Agitação

Durante o armazenamento do leite na propriedade, é importante que os resfriadores tenham um sistema de agitação eficiente, com 18-25 rotações por minuto. Vale destacar que essa agitação não pode ser tão devagar que não misture o leite adequadamente, nem tão rápida de forma a alterar a gordura do leite, transformando-a em manteiga.

A agitação precisa ser mantida até o momento da coleta, pois no leite parado, a matéria gorda tende a flutuar, carregando com ela as bactérias e as células somáticas. Dessa forma, a amostra coletada pelo transportador será completamente diferente da amostra que seria coletada se o leite tivesse sido agitado, e os resultados alterados dessa análise acabarão representando todo o leite estocado.

Tipos de materiais utilizados

É necessário trabalhar com materiais apropriados em inox.

Sanitização/desinfecção dos materiais

Os materiais precisam ser lavados e passar por uma desinfecção antes da realização da coleta.

Mãos do transportador

Os transportadores precisam higienizar as mãos e utilizar luvas durante a coleta para evitar contaminação da amostra.

Rotina da coleta

A rotina da coleta é muito importante, sendo um fator decisivo na representatividade da amostra. Alterações na rotina, bem como diferentes formas de coleta, por diferentes transportadores, podem alterar os resultados da amostra.

Manuseio do frasco, tampa e conservantes

Esse ponto também é fundamental, pois se antes da coleta o transportador fizer a desinfecção das mãos, dos frascos e da concha, mas no momento da coleta apoiar esse material em uma superfície suja e contaminada, essa amostra não representará o leite estocado.

Por isso, é essencial que o produtor, o gerente da fazenda ou o supervisor de ordenha acompanhe a entrega do leite e a coleta das amostras.

Armazenamento e transporte da amostra

A amostra deve ser armazenada em caixa de isopor ou caixa isotérmica com bastante gelo, para manter a amostra refrigerada. Isso é particularmente importante em regiões de clima quente, como na maioria das regiões do Brasil. O aquecimento da amostra pode desencadear a proliferação de microrganismos, alterando, dessa forma, o resultado da análise, que acabará representando todo o leite estocado.

Local de coleta

Não se deve coletar a amostra na válvula de saída de leite dos tanques, mas sim, sempre pela tampa superior do tanque, após ser feita a homogeneização do leite.

Geralmente, a saída do tanque armazena restos de leite, água de limpeza que fica depositada entre as coletas, contaminando a amostra por microrganismos.

Fonte: Educa Point.


TAGS Como , tirar , amostra , Leite , corretamente


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2018
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.