busca
| | |




Você está em
autor Carine Colim
31/01/2018 15:47:18 - Atualizado em 31/01/2018 15:47:18 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Agricultura e Pecuária

Chuvas e colheita dão sustentação aos preços do milho

Chuvas e atrasos na colheita da safra de verão dão sustentação aos preços do milho.

Em curto e médio prazos, a atenção seguirá voltada para o clima.

Depois de um começo de ano mais frouxo, os preços do milho firmaram nas últimas semanas de janeiro.

O excesso de chuvas no Brasil Central e no Paraná tem dificultado o avanço da colheita da safra de verão, além dos possíveis prejuízos em termos de produtividade e encurtamento da janela de plantio da segunda safra.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, a saca de 60 quilos está cotada em R$31,70, sem o frete, para a entrega imediata, frente a negócios em até R$30,50 por saca nas primeiras semanas do ano.

Em relação a média de dezembro último, o preço do cereal subiu 3,6%, mas ainda assim está 12,0% abaixo do registrado em janeiro de 2017.

Em curto e médio prazos, a atenção seguirá voltada para o clima e andamento dos trabalhos no campo.

Em um cenário mais favorável de clima para a colheita a expectativa é de que os preços caiam no mercado interno com o aumento da disponibilidade interna, conforme avança a colheita da safra de verão no país.

#chuvas #colheita #preço #milho #mercado

FONTE: SCOT CONSULTORIA.


TAGS chuvas , colheita , preço , milho , Mercado


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2018
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.