busca
| | |




Você está em
autor Otavio Culler
22/01/2018 11:27:40 - Atualizado em 22/01/2018 11:27:40 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Agricultura e Pecuária

Abates de bovinos teve aumento de 3,5% em 2017

O bezerro de 12 meses viu sua cotação cair 11,43% no comparativo entre 2017 e 2016.

O volume de bovinos abatidos, em Mato Grosso, em 2017, aumentou 3,55% na comparação entre 2017 e o ano anterior. Os dados fazem parte do balanço apresentado nessa semana pelo Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea/MT) e analisados pelos técnicos do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A alta foi puxada pelo descarte de fêmeas que acabou fechando o ano com o maior percentual de participação nas indústrias em relação aos machos desde 2014.

“Esse acréscimo ocorreu basicamente devido a um movimento abordado pelo Imea há um tempo: o descarte das fêmeas, enquanto esta categoria de animais viu seu montante abatido crescer 13,28% na comparação com 2016, os machos registraram queda de 2,64% no total de animais enviados ao abate”, destaca o Imea, por meio do Boletim Semanal da Bovinocultura, publicado na última segunda-feira.

Os analistas do órgão ponderam ainda que nessa movimentação, as fêmeas viram sua participação crescer 3,65 pontos percentuais (p.p.) no abate mato-grossense, participando com 42,56% do total abatido no ano passado. “Para 2018, a previsão é que esta tendência persista, já que o criador ainda não visualiza a plena recuperação nas cotações do bezerro e observa na venda das vacas uma forma de fazer caixa para manutenção e investimentos na atividade”.

Afetados por diversos problemas fora da porteira (Operação Carne Fraca e delação da JBS), os preços do boi gordo e da vaca gorda em Mato Grosso desvalorizaram 4,96% e 4,66%, respectivamente, na comparação entre 2017 e 2016.

O bezerro de 12 meses viu sua cotação cair 11,43% no comparativo entre 2017 e 2016, tal fato é fruto de um crescimento vertiginoso no rebanho desses animais nos últimos anos.

“Ainda que o ano tenha fechado com crescimento do abate total, a participação das fêmeas aumentou na linha de abate em 2017, o que evidencia início do período de descarte no ciclo pecuário”, apontam os analistas. (MP).

#aumento #abates #bovinos #oferta #demanda

FONTE: DIÁRIO DE CUIABÁ.


TAGS aumento , Abates , Bovinos , oferta , demanda


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2018
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.