busca
| | |




Você está em
autor Luiz
23/01/2010 22:39:53 - Atualizado em 23/01/2010 22:39:53 cadastre sua notícia/anúncio grátis

Notícias Notícia

Eua: novas regras de inspeção russas preocupam

Novas regras de inspeção da Rússia poderão prejudicar as exportações de carne bovina dos Estados Unidos a esse mercado a partir de 1 de fevereiro, disseram dois senadores do país em uma carta enviada ao presidente, Barack Obama, na sexta-feira, pedindo ações nas questões de comércio bilateral de carnes.

O serviço veterinário da Rússia pediu que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) inspecionasse novamente as plantas de carne bovina dos Estados Unidos que estarão exportando para a Rússia a partir de 1 de fevereiro e proibiu qualquer planta que não cumpra com os requerimentos russos de enviar carne, disse uma porta-voz do Escritório de Representação Comercial dos Estados Unidos.

"Os Estados Unidos e a Rússia concordaram mutuamente com os requerimentos de auditoria, ao invés dos requerimentos russos, que as plantas de produção de carne bovina dos Estados Unidos precisam cumprir para poderem exportar para a Rússia", disse Nefeterius McPherson. Ela disse que os oficiais do comércio dos Estados Unidos discutirão as mudanças nas regras nessa semana em Moscou durante negociações sobre medidas de segurança alimentar na Rússia que efetivamente barraram importações de carne de frango e suína.

Se os padrões russos forem colocados em prática, afetarão significantemente as exportações de carne bovina dos Estados Unidos, disse o presidente do Comitê de Agricultura do Senado, Blanche Lincoln, e o republicano, Saxby Chambliss.

A Rússia informou os Estados Unidos sobre suas preocupações com a carne bovina em 20 de novembro. Isso está relacionado com protocolos de testes nas plantas e na forma de operação de várias indústrias dos Estados Unidos.

A indústria de carne dos Estados Unidos está avaliando a situação, mas disse que ainda é muito cedo para dizer se as exportações de carne bovina serão afetadas.

A Rússia efetivamente proibiu as importações de carne de aves dos Estados Unidos em meio a preocupações com a limpeza com cloro usada por produtores norte-americanos. O país também proibiu quase toda a carne suína dos Estados Unidos nas últimas semanas alegando que a carne contém resíduos excessivos de antibióticos.

No ano passado, a Rússia foi o décimo maior mercado de carne bovina dos Estados Unidos no valor de US$ 95 milhões - uma pequena participação nas exportações totais de carne bovina de US$ 3,6 bilhões, de acordo com dados do Governo. Em 2009, o valor das importações russas até novembro caiu em 60%.

Fonte: Reuters


TAGS


Galeria de Imagens


Comentários



Agron © 2016
Agronegócios online
Desenvolvido por Agron sob consultoria especializada criodigital | todos os direitos reservados.